sac

Negócio Limpo II

Verba será aplicada pela empresa S.A. Paulista no Centro de Tratamento de Resíduos Candeias (CTR Candeias). Projeto é baseado no Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL).

A empresa S.A. Paulista informa que vai investir R$ 12 milhões no Centro de Tratamento de Resíduos Candeias (CTR Candeias) e que o projeto baseia-se no Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL), que prevê a produção de energia a partir do biogás (gás de aterro). “Depois da preparação da infra-estrutura, a empresa estuda o desenvolvimento de um projeto de MDL, para fazer o aproveitamento energético do metano na produção de energia limpa”, explica Artur César de Oliveira, diretor de Meio Ambiente da empresa.


O grupo carioca tem experiência na área desde fevereiro de 2003, quando deu início às operações da Central de Tratamento de Resíduos de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro. Em novembro de 2004, o projeto foi reconhecido pela ONU e Banco Mundial (Bird) como o primeiro empreendimento oficialmente inscrito como MDL no mundo.


Em Pernambuco, o projeto vai ser instalado numa área de 70 hectares, na zona rural de Jaboatão dos Guararapes (Usinas Muribequinha), nos moldes do CTR Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro. Desde junho de 2003, o grupo mantém um contrato de locação da área com a proprietária Johanna de Albuquerque Maranhão.


Com a iniciativa, a empresa objetiva captar resíduos sólidos gerados nos municípios de Recife e Jaboatão dos Guararapes, mas Cabo e Ipojuca, com o Porto de Suape e suas novas indústrias, também estão na área de influência do projeto. “O projeto não procura o atendimento total de determinado município. A capacidade de recebimento dos resíduos está condicionada aos convênios ou acordos a serem efetuados entre as prefeituras e o empreendedores”, explica a empresa. “A CTR Candeias foi concebida para atender grandes geradores de resíduos comerciais e urbanos e entre estes interessados podem ser atendidas prefeituras também. No Rio de Janeiro, a empresa atende muitos clientes privados. Muitos deles estão instalados em outros Estados, como Pernambuco”, esclarece.


O início das operações pode ocorrer já em 2007. “A nossa previsão é que o processo de licenciamento estenda-se até o final de 2006. Depois desta etapa, a empresa estará autorizada a instalar o empreendimento”, informa a empresa. Neste momento, a S.A. Paulista já obteve a Licença Prévia (LP) da Agência estadual de Meio Ambiental e Recursos Hídricos (CPRH), depois de realizar audiência pública em outubro de 2005. O início do processo de licenciamento teve início há dois anos.


Na primeira fase, a CTR Candeias planeja receber 500 toneladas por dia de lixo. Depois, a capacidade sobe para 800 toneladas por dia, sendo a vida útil do aterro estimada em 25 anos. Na fase de instalação, a empresa prevê a oferta de emprego para 150 pessoas. Na fase de operação, o número cai para 30 empregos. (J.M.)

Uma Empresa do Grupo:

ecopesa

Endereço:

iconeFone  +55 (81) 3476.3558 | (81) 3476-3634 | (81) 3476-3256
iconeEnd Estrada Velha da Muribeca, 1000 - Muribeca
CEP 54325-042 - Jaboatão dos Guararapes, PE

facebooktwitteryoutube1345637526 sitemap